Inaugurado centro para capacitar produtor rural

A unidade de Par­intins vai ben­e­fi­ciar pro­du­tores ru­rais do mu­nicí­pio de Boa Vista do Ramos

O mu­nicípio de Par­intins (a 369 quilômetros de Manaus), é o primeiro do in­te­rior do Es­tado a re­ceber o Centro de Ca­pac­i­tação Rural que o Gov­erno Es­tadual, em parceria com o Min­istério do De­sen­volvi­mento Agrário, está im­plan­tando no Ama­zonas, para im­pul­sionar a pro­dução agropecuária. O Centro, in­au­gu­rado neste sábado, foi con­struído na co­mu­nidade Vila Amazônia, dis­tante 16 quilômetros por via flu­vial da sede do mu­nicípio, e será usado para ensinar téc­nicas mod­ernas de agri­cul­tura e pecuária, que ajudem a mel­horar o uso da terra e am­pliar a pro­dução de forma sus­ten­tável.
A unidade de Par­intins vai ben­e­fi­ciar pro­du­tores ru­rais dos mu­nicí­pios de Bar­reir­inha, Maués, Boa Vista do Ramos, Nhamundá, São Se­bastião do Ua­tumã e Uru­cará, no Baixo Ama­zonas. Outro Centro de Ca­pac­i­tação Rural já fun­ciona em Manaus, no Pu­raque­quara, zona leste de Manaus, para atender agricul­tores da área rural da cap­ital. O próximo Centro a ser in­au­gu­rado será em Borba, dis­tante 208 quilômetros de Manaus.

Se­gundo o se­cretário de Pro­dução Rural, Eron Bez­erra, com o Centro de Ca­pac­i­tação do Tra­bal­hador Rural, o Gov­erno do Es­tado im­ple­menta ações para in­te­ri­orizar o de­sen­volvi­mento econômico, o que pode con­tribuir para re­duzir a mi­gração pop­u­la­cional para Manaus. “É uma forma de levar de­sen­volvi­mento ao in­te­rior de forma sus­ten­tável le­vando téc­nicas mod­ernas para mel­horar a pro­dução e ao mesmo tempo diminuir o des­mata­mento”, disse.
A ex­pec­ta­tiva entre os pe­quenos pro­du­tores da região é que o Centro ajude a re­solver os de­safios en­frentados no dia a dia. “Vai ser bom para toda a co­mu­nidade. Eu acho que o centro vai me ajudar a ala­vancar a minha pro­dução. At­ual­mente a gente tem muita di­fi­cul­dade aqui, prin­ci­pal­mente para ter fi­nan­cia­mento, mas com esses con­hec­i­mentos, acho que vou con­seguir mel­horar”, disse o pecuar­ista Ar­lindo Fer­reira, 61, da co­mu­nidade do Açaí, em Par­intins.
“Esse centro de ca­pac­i­tação pos­si­bil­i­tará uma per­spec­tiva mais conc­reta para que os jovens do in­te­rior possam dar con­tinuidade à ativi­dade de seus pais. Hoje muitos deles vão para a cap­ital por falta de al­ter­na­tiva. Esse es­paço sig­nifica o fu­turo e a con­tinuidade da pro­dução rural do Es­tado”, afirmou pres­i­dente da Fed­er­ação da Agri­cul­tura e Pecuária do Es­tado do Ama­zonas (Faea), Muni Lourenço.
Os três primeiros cursos a serem ofer­e­cidos no Centro em Par­intins, se­gundo o se­cretário da Se­pror, en­focam téc­nicas de policul­tivo, agroe­cologia, o manejo da pecuária e a diminuição das áreas cul­ti­vadas. “A única forma de re­duzir o des­mata­mento é com tec­nologia. O Centro vai ajudar a re­sponder esses de­safios de de­sen­volvi­mento sus­ten­tável. É pre­ciso ori­entar o agricultor para ele pro­duzir mais e di­ver­si­ficar as cul­turas, bem como os pecuar­istas, par que elevem a pro­dução de cabeça por hectare”, afirma o se­cretário.
De acordo com Eron Bez­erra, at­ual­mente o Es­tado gasta, por ano, R$ 1,250 bilhão com a compra de al­i­mentos ori­undos da agri­cul­tura. “É pos­sível se tornar au­tossu­fi­ciente em pro­dução de al­i­mentos. Com a téc­nica de policul­tivo, por ex­emplo, vamos es­tim­ular o pro­dutor a cul­tivar todas as cul­turas agrí­colas em pe­quena quan­ti­dade”, de­fende.

Pis­ci­cul­tura - Du­rante a in­au­gu­ração do Centro de Ca­pac­i­tação do Tra­bal­hador Rural, o se­cretário anun­ciou que o local também vai abrigar um tanque para cri­ação de alevinos que será con­struído com verbas de emenda par­la­mentar da se­nadora Vanessa Grazz­i­otin. “Vamos con­struir uma es­tação de alev­inagem e dis­tribuir alevinos para todos aqueles que queiram pro­duzir peixe. Esse é um com­pro­misso meu e do gov­er­nador Omar Aziz de am­pliar a pis­ci­cul­tura no Ama­zonas”, destacou.
Em re­união com o min­istro da Agri­cul­tura, Pecuária e Abastec­i­mento, Wagner Rossi, o se­cretário de Pro­dução Rural e a se­nadora Vanessa Grazz­i­otin dis­cu­tiram a cri­ação de um pro­jeto de me­can­ização do campo no Ama­zonas para atender os mé­dios pro­du­tores. “O gov­erno acenou com a lib­er­ação de R$ 20 mil­hões que es­tarão disponíveis do BNDES (Banco Na­cional do De­sen­volvi­mento Econômico) para mé­dios pro­du­tores”, adiantou a se­nadora.

Fonte: Blog da Floresta

Nenhum comentário