Archive Pages Design$type=blogging

destaque

Sebrae pretende movimentar este ano R$ 50 milhões no AM

Presidente do Sebrae-AM diz que órgão investirá este ano no sentido de descentralizar mais os serviços que presta, buscando instalar quatro novos postos em municípios do interior do Estado.

O Serviço de Apoio às micro e Pequenas Empresas do Amazonas (Sebrae-AM) priorizou para este ano a expansão do atendimento, na capital e no interior, com vistas a aumentar a formalização.

A instituição comprou três veículos, que vão atuar como escritórios itinerantes, e pretende construir quatro postos no interior, onde já possui sedes alugadas: Manacapuru, Itacoatiara, Coari e Tabatinga.

Em 2012, o Sebrae pretende movimentar R$ 50 milhões, sendo R$ 37 milhões oriundos da contribuição social repassada pelo Sebrae nacional. Acompanhe a entrevista com o superintendente do Sebrae-AM, Nelson Rocha.

Quais os principais projetos do Sebrae-AM para 2012?
Priorizamos o atendimento do Sebrae, a expansão. Compramos três doblôs ano passado que atuam como verdadeiros escritórios. Nelas, levamos informação e orientação à população. Elas vinham trabalhando por demanda e agora, a partir de março, vão trabalhar em cima do nosso agendamento, programação, nos bairros de Manaus e da Região Metropolitana de Manaus, mais precisamente onde é possível chegar por estrada. Depois da abertura da ponte, por exemplo, ela já foi para o Iranduba, foi também para a Feira Agropecuária.

O que o empreendedor pode encontrar nesses veículos?
Eles são balcão de atendimento. Na doblô vai o pessoal atendimento e um consultor. Eles vão com a função de orientar e falar sobre formalização, empreendedor individual (pessoa que trabalha por conta própria e fatura até R$ 60 mil por mês com o negócio). Existe muita informalidade, muitas vezes, porque as pessoas desconhecem as vantagens da formalização, da cobertura previdenciária, do crédito com juros mais baratos.

E para o interior?
Teremos a construção de pequenas sedes do Sebrae em Manacapuru, Itacoatiara, Coari e Tabatinga, municípios nos quais as prefeituras nos doaram terrenos, como contrapartida. Hoje já temos postos nesses locais, mas funcionam em sedes alugadas. E cada nova sede será padrão e terá três salas de aula com capacidade para 50 alunos e uma frente de atendimento para seis ilhas. O custo de cada uma está estimado em R$ 800 mil.

Atualmente qual a estrutura do Sebrae no interior?
Temos seis postos no interior, todos alugados. Em quatro, conseguimos terreno e vamos construir. Esperamos entregar duas este ano e duas no ano que vem. Aí temos também em Tefé e Parintins que não conseguimos doação. Hoje eles têm atendimento similar ao de Manaus, porém como não temos professores e consultores de imediato, fazemos agendamento de palestras e cursos.

Como o Sebrae vai atuar no projeto Território da Cidadania, lançado pelo governo federal em 2008, com o envolvimento de 22 ministérios, com o objetivo de trabalhar com inclusão produtiva, infraestrutura e acesso à cidadania?
O Sebrae no Amazonas vai atuar em seis territórios e 41 municípios. O foco é trabalhar as compras governamentais, regulamentação da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa; falar de gestão, de formalização. E para isso, vou precisar de consultores e daqui a duas semanas vamos lançar processo seletivo para contratar funcionários nos municípios polo para atuar no projeto e também aqui na sede. Faremos credenciamento de consultores. Queremos mostrar que é possível o empresário do interior vender para o gestor local. Isso gera riqueza e oportunidades.

O Sebrae realizou o censo empresarial de Manaus e de Itacoatiara. Este ano sai o projeto de fechar a Região Metropolitana de Manaus?
 Esse é um produto de interesse do Sebrae, da prefeitura e do estado. Fechamos com Presidente Figueiredo e estamos fechando com Rio Preto da Eva e vou voltar a conversar com Manacapuru, já que lá mudou de prefeito. Esse é um projeto que depende de contrapartida de 20% a 25% dos municípios e algumas prefeituras ainda não entenderam a importância da ferramenta para a tomada de decisão, para o planejamento de políticas públicas.

Qual o orçamento do Sebrae para este ano?
Projetamos R$ 50 milhões, em 2012. Nossa contribuição social repassada pelo Sebrae é de R$ 37 milhões e os outros R$ 13 milhões virão através de convênios com prefeituras, governo do estado, na iniciativa privada, federações. O recurso é usado para a folha de pagamento (hoje são 138 servidores), custeio e investimento fixo (software, computador, móveis). Mas no caso das novas sedes eu vou pedir um adicional. Ano passado, a nossa contribuição foi de R$ 35 milhões.

O que ficou pendente para fechar este ano?
Precisamos ter a Lei Geral regulamenta nos 62 municípios. Mas isso não é simples. Hoje só o Mato Grosso conseguiu atingir todo o Estado. Ano passado, precisávamos alcançar 28 municípios do estado e fechamos 46. E nós temos que regulamentar, até porque fechamos um convênio com o Tribunal de Constas do Estado para que ele nos ajude nas diligências dos municípios. A lei geral fala de compras públicas e é inadmissível o gestor não priorizar a empresa local. Se alguns municípios ainda não regulamentaram a Lei, como vamos falar em compras públicas?

Quais os municípios não regulamentaram e por quê?
Ainda não sabemos os motivos ao certo, tendo em vista que esse é um processo de ganha-ganha, não precisa gastar nada. Acho que falta entendimento por parte deles. Falta regulamentar a lei geral em: Alvarães, Beruri, Boa Vista do Ramos, Careiro da Várzea, Carauari, Codajás, Guajará, Ipixuna, Maraã, Nhamundá, Nova Olinda do Norte, Novo Airão, São Gabriel da Cachoeira, Silves e Tapauá.
 
Fonte: Acrítica
Nome

acidente agricultura água animal bovinos câmara católico cheia cidadania comunicação concurso contas cooperativa corrupção cultura curso dança denúncia deputado destaque drogas economia educação eleições emprego enche enchente enchete encontro energia entretenimento esporte festa folclore futebol governador idam indígena infra estrutura internet justiça literatura luta maués meio ambiente moda morte municípios música padre padroeira pagamento parintins pescadores politica política porto prefeito prefeitura prisão processo seletivo professor projeto rondon psc reclamação recursos religião ronilson de souza rural saae saneamento básico saúde segurança senador tce telefonia trabalhador tráfico transporte uea veículo verbas vereador vestibular vivo
false
ltr
item
Portal de Boa Vista do Ramos: Sebrae pretende movimentar este ano R$ 50 milhões no AM
Sebrae pretende movimentar este ano R$ 50 milhões no AM
http://4.bp.blogspot.com/-jxCWcH3dAyQ/Txb9YKV1EuI/AAAAAAAAA9U/4TCG8M_3jTA/s400/Manaus-Amazonas-Amazonia-Sebrae-investimentos-interior-empreendedores_ACRIMA20120118_0027_15.jpg
http://4.bp.blogspot.com/-jxCWcH3dAyQ/Txb9YKV1EuI/AAAAAAAAA9U/4TCG8M_3jTA/s72-c/Manaus-Amazonas-Amazonia-Sebrae-investimentos-interior-empreendedores_ACRIMA20120118_0027_15.jpg
Portal de Boa Vista do Ramos
http://www.portalbvr.com.br/2012/01/sebrae-pretende-movimentar-este-ano-r.html
http://www.portalbvr.com.br/
http://www.portalbvr.com.br/
http://www.portalbvr.com.br/2012/01/sebrae-pretende-movimentar-este-ano-r.html
true
3426349743776412851
UTF-8
Not found any posts Leia mais Reply Cancel reply Delete Por Home PAGES POSTS View All RECOMENDAMOS PARA VOCÊ Tag ARCHIVE Busca Not found any post match with your request Back Home Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago