João Pedro promoverá audiência entre governo federal e a Celpa para garantir energia a Parintins

Essa rede de en­ergia vai ben­e­fi­ciar cerca de 500 mil pes­soas que residem no Baixo Ama­zonas.

Para garantir que a en­ergia do Linhão de Tu­curuí chegue ao mu­nicípio de Par­intins, o se­nador João Pedro (PT-AM) se re­uniu nesta quinta-feira (30.6) com o Valdir Jonas Wolf, vice-pres­i­dente da Celpa (Cen­trais Elétricas do Pará) e com o di­retor de Op­er­ações da em­presa, Samir Hafez Bazzi, para pedir pressa na vi­a­bi­lização do pro­jeto, já que a Celpa é a re­spon­sável pela ex­e­cução da obra.

Os di­re­tores da em­presa garan­tiram ao se­nador de que já ex­iste pro­jeto pronto no sen­tido de in­cluir os mu­nicí­pios da margem di­reita do Rio Ama­zonas, onde será con­struído um ramal que le­vará en­ergia de Óbidos (PA) até Par­intins, pas­sando por Ju­ruti (PA) e Vila Amazônia. Eles aler­taram que a Celpa tem um pro­jeto téc­nico para a ex­e­cução dessas obras, só de­pende da equal­ização fi­nan­ceira, uma vez que en­volve re­cursos de aprox­i­mada­mente 700 mil­hões de reais e a em­presa só dispõe de 500 mil­hões.

O se­nador irá pro­mover uma audiência com a Eletro­brás, Min­istério de Minas e En­ergia, Eletronorte, Manaus En­ergia e a Celpa para de­bater a Lei 12.111/2010 que cortou custeio desse pro­jeto. “A audiência é para que seja en­con­trada uma saída fi­nan­ceira para que a obra saia do papel”, afirmou João Pedro, que lem­brou que min­istro de Minas e En­ergia, Edison Lobão, já tinha se com­pro­metido de que Par­intins re­ce­beria en­ergia do linhão.

Essa rede de en­ergia vai ben­e­fi­ciar cerca de 500 mil pes­soas que residem no Baixo Ama­zonas (oeste do Pará e leste do Ama­zonas como Par­intins, Bar­reir­inha, Boa Vista do Ramos, Maués). “As ci­dades que ficam em se­tores iso­lados, darão adeus às usinas de óleo diesel. Essas usinas con­somem cerca de 70 mil­hões de diesel por ano, que é um pre­juízo tanto para o meio am­bi­ente quanto aos cofres públicos”, salientou o se­nador.

Fonte: Blog da Floresta 

Nenhum comentário