Seguro DPVAT poderá ser pago em mais 22 municípios do Amazonas

Barcelos, São Gabriel da Cachoeira, Parintins, Manacapuru, Maués e Tefé constam na lista dos 22 municípios que passam a ter postos de pagamento do DPVAT no Amazonas a partir de julho

 

A partir do próximo dia 1º de julho 22 municípios do Amazonas começam a pagar o seguro DPVAT (Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores Terrestres) a vítimas de acidentes de trânsito.
O DPVAT prevê indenizações de R$ 13.500 para morte e invalidez por acidentes no trânsito e R$ 2.700 para cobertura de despesas hospitalares. As seguradoras têm até 30 dias para pagar as indenizações e os segurados têm um prazo de até três anos para requerer o benefício.

A descentralização desse serviço, que até hoje só é pago em Manaus, foi formalizada na manhã da última segunda-feira (16), na assinatura de convênios entre o Departamento Estadual de Trânsito (Detran/AM) e empresas seguradoras, durante audiência pública realizada Assembleia Legislativa do Amazonas, proposta pelo presidente da Comissão Técnica Permanente de Saúde da Assembleia Legislativa, deputado Vicente Lopes (PMDB).
Além de Vicente Lopes, participaram da reunião os deputados Luiz Castro (PPS) e Marco Antônio Chico Preto (PP); a diretora-presidente do Detran, Mônica Melo; a empresa Líder, que representou as seguradoras, além de outros representantes de órgãos públicos e lideranças do segmento na região.
O DPVAT é incluído no pacote de taxas para licenciamento de veículos que deve ser renovado todos os anos. Segundo o deputado Vicente Lopes, só o Estado do Amazonas paga atualmente à indenização às vítimas de acidentes pelo DPVAT em todo o país.
Barcelos, São Gabriel da Cachoeira, Parintins, Manacapuru, Maués e Tefé constam na lista dos 22 municípios que passam a ter postos de pagamento do DPVAT no Amazonas a partir de julho.

Fonte: Acritica

Nenhum comentário