Municípios do Amazonas terão benefícios suspensos pelo MS

Cinco municípios do Amazonas tiveram os incentivos financeiros dos Programas Saúde da Família e Saúde Bucal suspensos, devido a existência de irregularidades na gestão das ações financiadas por meio do Incentivo Financeiro a Municípios, pelo Ministério da Saúde (MS).

As cidades de Guajará, Autazes, Boa Vista do Ramos, Boca do Acre e Juruá serão penalizadas pelas falhas, que foram detectadas pela Controladoria-Geral da União (CGU), durante Acompanhamento Sistemático do Programa de Atenção Básica em Saúde em 280 Municípios.

Conforme a Política Nacional de Atenção Básica, a suspensão acontecerá quanto ao número de equipes dos programas e até que as falhas sejam reparadas.

De acordo com a portaria publicada nesta segunda-feira (7) no Diário Oficial da União, a medida faz parte dos esforços do ministério no sentido de promover a transparência nos repasses de recursos para a atenção básica à saúde.


Municípios

Segundo o presidente da Associação Amazonense dos Municípios, Jair Souto, a maior dificuldade que as prefeituras enfrentam, para receberam os recursos de Programas do Governo Federal, é quanto ao cumprimento das determinações, devido ao gasto para a formação de equipes técnicas ser maior do que o que é repassado e, principalmente, pela questão logística e geográfica em que se encontram as cidades do interior do Amazonas.
Jair garantiu que os prefeitos dessas cidades serão chamados para discutir a problemática e, posteriormente, apresentar soluções.
Fonte: Acritica.com

Nenhum comentário